Lições de Julho 2021 – Uma Perspectiva de Estudante

Há dois tipos de disciplina, uma que nasce da Falsa Personalidade, e a outra, da Essência. Ser capaz de discernir entre essas duas, significa ser capaz de ou beneficiar-se da disciplina, ou sofrer sob ela.
Eu tenho uma rotina matinal bem estrita. Meu dia começa de manhã bem cedo com um banho frio, não importa a estação. Há inúmeros benefícios fisiológicos e psicológicos em tomar banhos frios, benefícios que algumas vezes tentei compartilhar com meus amigos e família, mas nunca fui capaz de conversar sem sentir o gosto do orgulho egocêntrico no que eu faço. Não importa como eu tenha abordado o assunto, eu nunca pude falar sem o sentimento de vaidade por trás das minhas palavras. Então, eu parei totalmente de falar sobre isso.
Ultimamente eu tenho lutado para tomar esses banhos frios. Eles não são difíceis porque é inverno agora, mas por causa de outra coisa que por algum tempo eu não conseguia entender. De manhã às vezes a temperatura pode cair para 5 ou 6 graus celsius, o que faz com que entrar no chuveiro seja um grande desafio. Então eu comecei a temperar a água fria com apenas um pouco de água quente, não o suficiente para torna-la morna, mas para que o frio não pareça como uma marreta. Foi com esta alteração que eu comecei a ter um problema. Ela começou a gerar mais fricção do que o banho em si, e após algumas semanas a fricção foi de frustração para forte negatividade. Então um dia enquanto eu estava prestes à entrar, sentindo emoções negativas afiadas atrapalhando-me, eu me dei conta do que estava acontecendo.
Era a Vaidade que estava lutando com os banhos. Temperar a água fria, mesmo que apenas um pouco, quebrou a ideia da Vaidade de como os banhos deveriam ser tomados, uma ideia fundada em uma sensação de valor próprio sobre as outras pessoas. Eu sou melhor do que você porque tenho a disciplina para tomar banhos frios. Eu não estava fazendo pelos benefícios que isso me trazia, mas porque a disciplina permitia julgar-me melhor do que as outras pessoas. É por isso que eu sempre senti o sabor da Vaidade toda vez que eu falava sobre os banhos, mesmo se eu verdadeiramente desejava compartilhar os seus benefícios. Era Vaidade que estava motivando a disciplina, e ganhando algo para si mesma.
Disciplina em virtude da Falsa Personalidade é uma imposição, uma demanda feita cujo benefício é somente alimentar um falso senso de valor próprio, alimentar o julgamento de como eu sou melhor do que outros. Não é feito pelo benefício do discernimento ou crescimento, mas pela justificativa de eu sou melhor do que você é, mais inteligente, mais disciplinado, um melhor estudante do quarto caminho.
A verdadeira disciplina é uma consequência de encontrar significado. Uma vez que você encontra uma atividade ou chamado que impregna a sua vida com significado, disciplina acontece como uma consequência natural de fazer o trabalho. De forma alguma isso torna a disciplina mais fácil. Na verdade é mais difícil, porque nos momentos em que você vacila, você se da conta de que o que perde é o significado. Seus benefícios nutrem a Essência ao invés da Falsa Personalidade. Nosso trabalho não deveria ser feito porque nos disseram para faze-lo, mas porque dá sentido as nossas vidas.
Os banhos frios são ainda tão difíceis quanto antes, mas eu não sinto mais o puxão das emoções negativas, porque eu sei o motivo que estou tomando eles.

“O quarto caminho difere dos outros caminhos no que a principal demanda feita sob um homem é a demanda pela compreensão… Os resultados do trabalho estão em proporção à consciência do trabalho.”
Gurdjieff